segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Denis Moraes e Helo Pinheiro na Exposição Belas de Emerson Lima.



Foi realizada numa linda mansão a Exposição do fotógrafo Emerson Lima,com presença de Karina Bacchi,Helo Pinheiro,Livia Zuccaro(Tv Bandeirantes) Denis Moraes consultor de moda e outras personalidades prestigiaram o evento .
Na exposição a mais paparicada foi a eterna Garota de Ipanema helo Pinheiro que distribuiu simpatia e fez inumeras fotos e entrevistas com todos somente no sorrisos.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

CARLA GÓES USA VESTIDO DE RENDA MARTHA MEDEIROS COM LAÇO RETRÔ QUE VOLTA DE TODAS AS MANEIRAS!

A noite intitulada "As Belas" na exposição de fotografias de Emerson Lima em São Paulo que presta uma homenagem a profissionais de moda e beleza, a dermatologista Dra Carla Góes uma das homenageadas que trajou um figurino Martha Medeiros em renda gripier ( guipir, gripir ou gripier, é uma renda de linho ou seda com motivos em relevo, que formam arabescos. A renda guipure tem visual mais robusto e é considerada a mais nobre das rendas.) no tom rosa classico com um detalhe, um laço retro que aparece novamente como protagonista desta estação e tornou - se o elogio das paulistanas após sua foto ser divulgada em redes sociais.

Sempre com muito bom gosto Carla Góes é uma das figuras mais bem vestidas em reuniões sociais e no trabalho contou o consultor de moda Denis Moraes que também gosta do trabalho artesanal e delicado do atelier Martha Medeiros que cria peças clássicas valorizando a beleza da mulher disse o critico de moda.

Gabriela Medeiro foi prestiagiar a amiga homenageada e Dra Carla Góes.

Vamos em busca da historia dos laços:







O laço na pescoço foi muito usado por Gabrielle Chanel em camisas que acompanhavam seus famosos “tailleurs” em 1960. Depois, em 1970, Yves Saint Laurent deu-lhes nova vida e proporções, tornando-o característico também de seu estilo até laços gigantescos foram aplaudidos nas passarelas em seus belos e inesqueciveis desfiles.

Mais uma vez por influência internacional que fez voltar o laço no pescoço e nos vestidos , seja de festa ou noivas ou até mesmo vintage para eles e para elas, designers de todas as partes do Hemisfério Norte ensaiam um revival, que adquire múltiplas novas caras;

– Na espanhola Delpozo, Josep Font arremata com laços distintos seu vestido e túnica de crepe de chine;

– Para a marca Edun, a Danielle Sherman segue o estilo minimalista e complementa com longas tiras amarradas ao pescoço suas criações de linhas geométricas;

– Na Etro a camisa de seda tem clássico laço no pescoço, complementando calça caqui e casaco jacquard;

– Na Fendi, o laço de fita remata o top gigante de seda jacquard em relevo;

– Na McQ Alexander McQueen, Sarah Burton associa longa e transparente camisa de renda com laço no pescoço a um simples jeans;

– Mais tradicional, o longo de crepe pesado da Ralph Lauren se requinta com um impecável lenço no pescoço do mesmo tecido.

Martha Medeiros trouxe o laço no tradicional vestido de noiva e festa, aprovado pelos amantes da moda.



Fotos Ricardo da Costa

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Bolsa fake, vale a pena?

Senta que lá vem história… rsrs
Por onde começar a falar de um assunto tão delicado? Bom, eu considero bolsa fake (falsa) aquela que é uma CÓPIA descarada de alguma grife, que copia o material, o modelo, o acabamento, a etiqueta, o nome estampado… enfim. A diferença com as tão faladas inspired é que estas últimas não fazem a cópia 100%, podendo ser o mesmo modelo (ou quase o mesmo), mas em material diferente, em outras cores, outros tamanhos e NÃO estampam a marca. Eu acho que bolsas inspired são válidas, para entrar na moda, para as fashion victims, para matar um desejo. Não condeno de forma alguma quem usa ” inspirações” afinal, se a gente prestar atenção, quase tudo o que usamos no dia a dia é inspirado em alguma coisa. Eu mesma uso inspirações a todo momento!
Mas esse não é o ponto principal deste post (e também não quero discutir as famosas bolsas de moletom tá gente? rsrs), o quê eu queria falar mesmo é sobre uma das grifes mais pirateadas que existe: a Louis Vuitton.
Sei que muita, mas muita, gente mesmo, torce o nariz pra marca. Justamente por ela ser tão copiada e por muita gente ostentar o LV como um troféu, acredito que ela deixou má impressão em algumas pessoas.
Eu amo, confesso, acho a grife clássica, elegante, de bom gosto. E vou confessar mais!! Já comprei algumas bolsas falsificadas em Chinatown, NY, algumas até bem caras (as tais “réplicas”), beirando os US$ 100!!
Mas sabe o que acontecia?? Eu usava a bolsa uma vez e me sentia mal. Achava que todo mundo que olhava pra mim sacava que era bolsa de mentira e não usava mais. Quanto dinheiro jogado FORA! Por mais cópia AAA que fosse, não deixava de ser cópia e eu mesma delatava o meu desconforto ao usar tais bolsas.
Até que tomei a mais sábia decisão da minha vida: parar de comprar falsificações e comprar uma verdadeira. Por mais igual que fosse uma réplica, eu sabia que minha bolsa era a própria da grife e obviamente não me incomodou mais. Fora que muita gente acha que o preço é algo absurdo, muito longe de nossos bolsos. E ó, não é não viu? É caro, mas se parar de comprar coisa falsa, dá muito bem pra comprar a verdadeira hehehe. Além do mais, entre as bolsas de griffes, a Louis Vuitton é uma das que tem os melhores preços. Comprar réplicas é um barato que no final sai caro! E aprendi com Carol Dieckmann, que bolsas são investimento. Você pode estar com a roupa mais simples do mundo, mas a bolsa certa dá o toque de glamour ou de elegância necessário.
Resolvi fazer este post, pois recebi um mail com a propaganda de uma loja online que vende “réplicas” a R$ 300 e fiquei impressionada com a semelhança das bolsas. Mas por R$ 300?? Nananinanão, melhor juntar o dinheirinho e comprar uma de verdade! Dá paz de espírito hahaha.
Agora, se você usa e tá tudo bem, ok, sem problemas. Mas antes de comprar uma fake, analise beeeem uma verdadeira, para nao fazer feio e por exemplo, comprar uma bolsa fake de um modelo que nem existe na marca original (eu já vi e fiquei com vergonha alheia).


Tudo fake, algumas mais outras menos. Mas todas falsas.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Anitta desfila vestido de brechó e joias poderosas em premiação no Rio.

Anitta é um lacre só. Na noite desta quinta-feira, 1º, a cantora marcou presença na 6ª edição do "Men of The Year", premiação da revista "GQ", que acontece no Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio. Para a ocasião, ela apostou um vestido do estilista Guy Laroche, comprado em um brechó. "Meu vestido é de um brechó de um amigo meu. Um brechó brasileiro chamado Trash Chic", contou a beldade.Para contrastar com o look reciclado, a cantora apostou em joias poderosas, criadas pela designer Marisa Clermann. Segundo a joalheira, o conjunto de colar, brincos, pulseira e aneis foi criado para que a cantora os usasse na premiação. "As joias foram feitas exclusivamente para combinar com esse vestido dela. As peças são feitas de diamantes e esmeraldas colombianas", contou Marisa.
Anitta__Foto__Roberto_Teixeira__reprodução
Garimpar peças bacanas em brechós virou moda novamente, um pouco é a crise com poucas viagens o pessoal acaba ficado por aqui mesmo, e se virando como pode.
Mas comprar peças vintage foi moda, e agora volta com força , lembrando que peças de marca e
com assinaturas de grandes costureiros ainda são as mais procuradas e vale muito a pena apostar
nesta fase ela é bacana coerente e faz bem ao planeta.



Leia tudo sobre moda das celebridades em www.denismoraes.com

Fabiana Milazzo abrirá loja em Los Angeles

O primeiro semestre de 2017 será agitado para a estilista Fabiana Milazzo. A mineira escolheu a cidade de Los Angeles, na California (EUA), para abrir sua primeira loja fora do país, em fevereiro. E comemorando o ótimo momento da grife, em março, Fabiana apresentará pela primeira vez sua coleção na passarela da São Paulo Fashion Week. Para seu primeiro endereço internacional, a estilista escolheu a charmosa Melrose Place, reduto de grandes marcas de moda, além de cafés, restaurantes, livrarias e agitada vida cultural. Entre suas "vizinhas", estão marcas como Bottega Veneta, Oscar de la Renta, Marc Jacobs, Chloè e Monique Lhuiller.A loja abrirá suas portas com a coleção de Verão 2017 nas araras, mas terá um corner com preview exclusivo para LA da coleção comercial de Inverno 2017. O layout do novo espaço, de 130mt2, será assinado pela designer de interiores Leticia Nobell, responsável por grandes projetos comerciais de luxo no Brasil e no exterior. Além de Los Angeles, as peças de Fabiana Milazzo são vendidas em mais de 90 pontos no Brasil e em suas lojas de São Paulo e Uberlândia, além de multimarcas selecionadas ao redor do mundo.


lEIA MAIS EM WWW.DENISMORAES.COM

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Eliza Magrin recebe os consultores de moda Denis Moraes e Ana Maria Souza em Santa Catarina para festa da moda.

Eliza Magrin apresenta Verão 2017

Em Criciúma  Santa Catarina aconteceu  o evento de moda da Produtora  Eliza Magrin .O evento que contou com a presença dos editores de moda paulistano Denis Moraes e Ana Maria Souza , parou a cidade para prestigiar mais um dos inúmeros e concorridos encontros de beldades da região.Os consultores de moda e  amigos da empresaria, Blogueira, apresentadora Eliza Magrin tem uma ligação de amizade que  por varios   anos, tudo começou em edições  Spfw que  prestigiam Juntos o evento na capital paulista, ao analisar os looks dos convidados da festa da moda em  Criciúma -Santa Caritana Denis  Moraes disse: "estou  maravilhado com tanta beleza e bom gosto", onde não faltou bolsas da Chanel, Sandálias Loubotin, calças Roberto Cavalli e  também as famosas bolsas Louis Vuitton misturados com marcas nacionais que não ficam de fora do gosto requintado das catarinenses como, Iódice, apto 03. Patricia Bonaldi e Colcci.
Eliza_Magrin , Denis Moraes, e Ana Maria Souza
Na passarela as tendências de verão com a Loja Meri Nuernberg, e as tendências para as noivas com a alta costura de Gesoni Pawlick. Foi uma noite mais que especial, onde as mulheres elegantes  do Sul  que capricharam na produção e curtiram um coquetel bem diferenciado,  uma decoração impecável pelo Produtor de eventos Marcelo Cabral. 

Enzo Milano veste Denis Moraes para evento de moda.

Desde criança tenho uma paixão declarada pela Itália, sua musica, suas estações,a arquitetura e principalmente o designer.Foi assim que começou a historia de Enzo MIlano, quando, a partir dos meus 15 anos, resolvi conhecer a tão querida charmosa Itália com os meus próprios olhos,passei a visita-la todos os anos para fazer especialização como tecelão para fabrica de trico da minha familia.
O design de seus produtos sempre foram o que sempre mexeram com meus sentidos , o toque macio e as linhas de modelagem.
Passaram muitos anos até que,em 2011,senti a necessidade no mercado brasileiro de um produto com essas caracteristicas.
Iniciava se ai a criação de uma marca que tivesse a modelagem   verdadeiramente italiana com um design slim, moderno e elegante.
Criamos a coleção totalmente inspirada na Itália o sucesso de vendas e aceitação do publico mostrou que estávamos no caminho certo , hoje a marca e procurada pelos homens elegante e de bom gosto.
O evento que aconteceu na cidade  Criciúma em Santa Catarina contou com a mais requentada sociedade local e da região para o grande evento de moda realizado por Eliza Magrin que apresentou grandes marcas em meio de um belo coquetel regado a boa champanhe.

                                                       Michael Martins e Denis Moraes

                                                      Eliza Magrin e Denis Moraes
                                                         

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Anos 80: Os brincos e pulseiras de resina está de volta e repaginado pelo designer Denis Moraes

Nos anos 80, os brincos enormes em tons vibrantes e neon eram os it acessórios da momento. Feitos de vinil e em formato de grandes argolas, eles complementavam o visual extravagante da época. Hoje, o acessório volta com um shape mais moderno e já virou o queridinho das famosas.

Nas versões modernas, o material usado é o acrílico ou a resina, que deixa o acessório mais fino e elegante. Tons mais abertos como o turquesa e o amarelo são a cara do verão. Para usar o brinco de resina nos dias mais frios o ideal é optar pelas cores da estação, geralmente mais sóbrias.

Assim como as tonalidades, as formas do acessório são variadas, dando a possibilidade usá-lo nos momentos de lazer ou no trabalho. O segredo para não perder a formalidade é apostar em formatos mais modernos e escolher cores que não chamem atenção.
Denis Moraes colocou classe e elagancia em peças de brincos e pulseiras que estão sendo 
o charme  da estação as peças estão a venda na Alameda Tiete 43 na Boutique Paula Penteado,
no nobre bairro do jardins em São Paulo, telefone (11) 3251-4594


































Anos 80: Os brincos e pulseiras de resina está de volta e repaginado pelo designer Denis Moraes

Nos anos 80, os brincos enormes em tons vibrantes e neon eram os it acessórios da momento. Feitos de vinil e em formato de grandes argolas, eles complementavam o visual extravagante da época. Hoje, o acessório volta com um shape mais moderno e já virou o queridinho das famosas.

Nas versões modernas, o material usado é o acrílico ou a resina, que deixa o acessório mais fino e elegante. Tons mais abertos como o turquesa e o amarelo são a cara do verão. Para usar o brinco de resina nos dias mais frios o ideal é optar pelas cores da estação, geralmente mais sóbrias.

Assim como as tonalidades, as formas do acessório são variadas, dando a possibilidade usá-lo nos momentos de lazer ou no trabalho. O segredo para não perder a formalidade é apostar em formatos mais modernos e escolher cores que não chamem atenção.
Denis Moraes colocou classe e elagancia em peças de brincos e pulseiras que estão sendo 
o charme  da estação as peças estão a venda na Alameda Tiete 43 na Boutique Paula Penteado,
no nobre bairro do jardins em São Paulo, telefone (11) 3251-4594